• PARTILHAR:

Teste de utilização única

Teste pessoal de gravidez

Teste de utilização única

Claro, prático, discreto. 

O QUE É?

É um teste de gravidez rápido de realizar e fácil de ler. Tão prático que pode realizar o teste em qualquer lugar onde se encontre, em completa autonomia.

O QUE É MAIS INDICADO PARA SI?

Estabelece, de forma clara e evidente, se há uma gravidez em curso, analisando a urina e detetando se existe ou não a presença da hormona hCG.

 

A SUA PARTICULARIDADE?

Tem um tampão maior, permitindo que teste seja simples de fazer e oferecendo-lhe uma experiência de utilização mais higiénica. Deste modo, é conveniente e fácil de manusear: durante a utilização, a tampa na caneta proporciona uma pega cómoda e ergonómica.

EM QUE FORMATOS PODEMOS ENCONTRÁ-LAS?

O teste está disponível em dois formatos, 1 ou 2 peças. Pode comprar o Personal Test Pic tanto em farmácias como - se quiser mais descrição - nos distribuidores automáticos de preservativos.

Dispositivo médico de diagnóstico in vitro para autodiagnóstico. Dispositivo de uso único. Antes da sua utilização deve ler cuidadosamente a rotulagem e as instruções de utilização.

Conselhos
  • Panfie, como engravidar com um clique

    A nova moda da panfie, o autorretrato com a barriga, está a espalhar-se nas redes sociais. Quais são as regras para uma panfie perfeita? Camisa para cima e barriga em primeiro plano. Mas agora já se está a impor também a moda da #brelfie, o autorretrato durante a amamentação.

    Saiba mais
  • O tempo passa, muda a fertilidade

    O tempo passa, mudamos os hábitos e os estilos de vida, mas o envelhecimento biológico mantém inexoravelmente o seu ritmo. Com o avançar da idade nas mulheres, a fertilidade é reduzida até se esgotar completamente depois dos 45 anos. No entanto, mesmo nos homens, as coisas não são melhores.

    Saiba mais
  • Fecundação heteróloga, pais graças a uma "doação"

    Durante dez anos, entre 2004 e 2014, a fecundação heteróloga, um tipo de fecundação assistida com gâmetas de um dador externo, foi proibida em Itália com a lei n.º 40. Hoje podemos usar uma fecundação heteróloga, desde que sejam respeitados alguns requisitos.

    Saiba mais